Meinedo: um pedaço da história de Portugal

Meinedo é a segunda maior freguesia e a mais antiga do concelho de Lousada, com 8,43 km2, e é um ponto obrigatório para quem visita a Rota do Românico. A sua riqueza histórica faz deste lugar, com 4.052 habitantes (censos 2011), um dos mais enigmáticos do Vale do Sousa, sendo visível em vários trilhos da freguesia as heranças da cultura românica e da Idade Média.

Os vestígios de Meinedo remontam ao século VI quando se tornou sede de um Bispado e os seus registos escritos identificam o lugar como ‘Magnetum’, sendo a Igreja de Santa Maria de Meinedo o registo mais visível que perpetuou ao longo dos séculos. Este edifício terá sido a primeira igreja e a primeira paróquia cristã que houve no território do antigo julgado de Lousada, havendo a certeza de que foi uma das primeiras e principais de toda a diocese do Porto.

A reconstrução da primitiva igreja está datada do séc. XIII, depois de vários séculos de vida e de ter sido sucessivamente templo romano, suevo, visigótico e da reconquista cristã.

As escavações arqueológicas realizadas em 1991 revelaram alguns dados sobre o passado do monumento, tendo sido encontrada uma estrutura absidal circular pertencente a um tempo pré-românico.

Ainda nessas escavações, foi encontrada uma imagem gótica de Santo António, em calcário, com vestígios de policromia.



Aliás, os registos românicos em Meinedo ficaram ainda mais fortalecidos com o achado na Quinta dos Padrões de vestígios arqueológicos que indiciam a existência, naquele mesmo local, de edifícios tardo-romanos. Os fragmentos de cerâmica, pesos de tear, tegulae e imbrex, tijolos e canalizações são alguns dos objetos que atestam a presença românica.

Meinedo tem ainda um grande peso histórico pelas personalidades importantes que viveram no período próximo da formação de Portugal, como foi o caso de D. Hugo, que foi Bispo do Porto entre 1113 e 1136, tendo recebido das mãos de D. Afonso Henriques o Couto do Mosteiro de Santo Tirso de Meinedo.

A Ponte Medieval de Espindo é outra estrutura importante construída na época românica e serviu de ligação da via entre Guimarães e Penafiel.

Meinedo recebeu ainda a primeira escola do concelho no tempo do Marquês de Pombal e foi atravessada pela primeira vez pelo comboio em 1875.

A lenda

A Igreja de Santa Maria de Meinedo está envolta na lenda do corpo de Santo Tirso, que terá chegado de Constantinopla. As relíquias presentes na Igreja, e veneradas no séc. XVII, atestam que terá sido esta a razão para a construção da Igreja. No entanto, o culto prestado pelos fiéis a Nossa Senhora era superior ao de Santo Tirso e, em 1686, quando retiraram a imagem de Nossa Senhora de Meinedo da capela-mor para serem feitas obras, correu a rumor de que a imagem seria enterrada ou queimada por ser demasiado grande. A população devota de Santa Maria não aceitou e exigiu que ficasse num dos altares colaterais da Igreja. A imagem de Santa Maria de Meinedo é um dos raros exemplares da escultura românica em Portugal.

Por: Elisabete Leal (Yes Notícias)

2019-04-18

Descubra todas as novidades da freguesia

Meinedo: um pedaço da história de Portugal

 

Meinedo: um pedaço da história de Portugal
2019-04-18
Meinedo é a segunda maior freguesia e a mais antiga do concelho de Lousada, com 8,43 km2, e é um...
LER MAIS
Meinedo: um pedaço da história de Portugal

 

Confraria do Bazulaque de Magneto apresentou traje e medalha
2019-04-18
Decorreu, no sábado, nas instalações da Associação de Desenvolvimento e Apoio Social de Meinedo,...
LER MAIS
Meinedo: um pedaço da história de Portugal

 

Linha do Douro vai continuar interrompida por mais um mês
2019-03-19
As obras no troço Caíde – Marco deveriam estar concluídas em 26 de Fevereiro, mas só em Abril...
LER MAIS
Política de Cookies
COMO UTILIZAMOS AS COOKIES

As cookies são utilizadas para melhorar o nosso serviço. Algumas das cookies são essenciais para garantir as funcionalidades disponibilizadas, enquanto outras são destinadas a melhorar o desempenho e a experiência do utilizador.

As cookies essenciais destinam-se a:
- lembrar o que adiciona ao carrinho
- lembrar o seu progresso na encomenda

As cookies funcionais destinam-se a:
- lembrar os dados da sua conta
- garantir que a sua ligação é segura
- garantir que o sítio web é mostrado de forma consistente
- oferecer suporte através de chat

As cookies de desempenho destinam-se a:
- melhorar o desempenho do sítio web reduzindo o número de loads das páginas que visita
- melhorar a experiência do utilizador

As cookies de segmentação destinam-se a:
- permitir que partilhe e goste nas redes sociais
- enviar informação a outros sítios web para personalizar a publicidade mostrada.


EXEMPLOS DE UTILIZAÇÃO DAS COOKIES

As cookies são utilizadas para melhorar o serviço que lhe é prestado, como por exemplo:
- possibilitar a utilização de alguns serviços como o pagamento, que não seria possível sem as cookies
- permitir que um serviço reconheça o seu dispositivo para que não tenha de fornecer constantemente os mesmos dados
- reconhecer que já forneceu um nome de utilizador e palavra-passe quando ligado à área de cliente para que não tenha de o fazer sempre que consulta uma página
- contabillizar quantas pessoas estão a utilizar um serviço, permitindo assim garantir que a utilização é rápida
- analisar dados que nos permita saber como utiliza os serviços para que os possamos melhorar

Se não permitir que o sítio web utilize cookies, algumas páginas e funcionalidades não vão funcionar como esperado. Como exemplo, não poderá utilizar a lista de compras.
Se deseja apagar as cookies que já se encontram no seu computador, consulte a secção de "Ajuda" do seu navegador de internet.
Poderá ainda saber mais informações sobre cookies e como as gerir no sítio http://www.aboutcookies.org (Inglês) ou consulte a secção "Ajuda" do seu navegador de internet.